A Bot oferece, além do ORÇAMENTO GRATUITO, o ENVIO GRATUITO do dispositivo por frete expresso de qualquer endereço do Brasil! Solicite AQUI

O disco externo é um dos principais dispositivos de armazenamento de arquivos e informações importantes, fora do computador. Por isso, se quiser tê-lo por bastante tempo, é essencial ter alguns cuidados com HD externo.

Um HD costuma durar, em média, 6 anos, segundo dados da empresa de armazenamento Backblaze. Porém, isso não é uma regra e pode ser que ele apresente problemas logo nos primeiros anos de vida, principalmente, se você não tiver zelo e tomar algumas precauções antes e depois do uso.

Quer saber como manter a vida útil do seu dispositivo? Separamos 10 cuidados com HD externo para você seguir à risca. Confira a seguir!

O que pode danificar o HD?

O HD externo, assim como todo disco rígido, é um dispositivo mecânico, por essa razão, pode apresentar danos, sobretudo, após passar por desgastes ou falhas. Mas o que pode causar problemas no HD?

Na verdade, há diversas atitudes que podem danificar um disco rígido e a maioria delas são cometidas pelos próprios usuários. Podemos citar alguns exemplos recorrentes, como:

  • Remover o dispositivo do computador de maneira inadequada;
  • Guardar o HD em locais impróprios (úmidos ou expostos à alta temperatura);
  • Derrubá-lo com frequência;
  • Conectar o dispositivo em máquinas desconhecidas;
  • Infecção por vírus;
  • Deixá-lo próximo de ímãs muito fortes.

10 dicas para aumentar a vida útil do seu HD externo

Agora que você já sabe o que pode danificar o seu disco rígido, chegou o momento de aprender a protegê-lo para evitar problemas. Confira a seguir os principais cuidados com HD externo e aumente a vida útil do seu dispositivo!

Evite derrubar o seu HD externo

Não é novidade que, para funcionar, o HD conta com diversos componentes dentro dele. Todos precisam estar no seu devido lugar para cumprir corretamente o propósito de armazenamento.

Quando ocorre alguma queda, esses componentes podem ser comprometidos e, consequentemente, apresentar falhas no funcionamento. Em outras palavras: não permita que ele caia.

Cuidado com o transporte

O grande benefício do HD externo é a mobilidade que o dispositivo fornece aos usuários, permitindo o transporte de grande massa de dados em viagens, por exemplo. Seus arquivos sempre estarão à sua disposição. Porém, lembre-se que aparelho é sensível a impactos e precisa de uma atenção maior ao ser transportado. Guarde em local seguro, se possível, revestindo o HD em um tecido macio, além da capa protetora, evitando quedas e impactos mecânicos no dispositivo.

Não deixe o HD muito tempo conectado

Talvez você não saiba, mas não é recomendado deixar o HD externo conectado por muito tempo – ou constantemente – no seu notebook ou computador.

Há dois principais motivos para isso:

  1. Evitar desgastes desnecessários do dispositivo, já que ele não está sendo utilizado;
  2. Evitar que ele esquente demais e exceda a temperatura recomendada (de 25º C a 40º C).

O superaquecimento do HD, assim como o desgaste, prejudica o seu desempenho.

Remova com segurança o dispositivo quando ele estiver conectado

Mesmo quando estiver com pressa, não desconecte o seu dispositivo de qualquer jeito. Essa é uma das principais causas resultantes de danos no dispositivo e você precisa ficar atento se quiser manter os cuidados com HD.

Para que seus dados fiquem seguros, o ideal é que, antes de remover o disco, você feche todos os arquivos abertos na máquina, selecione-o com o botão direito do mouse e o ejete.

Somente depois que a mensagem “O hardware pode ser removido com segurança” aparecer, você poderá desconectá-lo.

Evite vírus

Os vírus não são perigosos apenas para o seu computador, eles também podem impactar os dispositivos que você utiliza nele. Portanto, um dos cuidados com o HD externo é deixá-lo longe de softwares maliciosos. Ou seja:

  • Não o insira em computadores e notebooks desconhecidos;
  • Evite emprestar o seu dispositivo para outras pessoas;
  • Pense bem antes de colocar o HD em qualquer outra máquina que não seja a sua.

Mantenha o HD longe do calor

Como citamos anteriormente, as altas temperaturas costumam ser prejudiciais para o disco rígido. E não estamos nos referindo apenas ao calor gerado pela energia das máquinas, nos referimos também ao calor natural.

Recomendamos que você não o deixe exposto ao sol, conectado a um aparelho por um longo período e nem o guarde em ambientes fechados e naturalmente úmidos. Em outras palavras, sempre armazene o seu HD em um local fresco e arejado.

Faça a desfragmentação de disco

Se você nunca desfragmentou o seu disco rígido externo, é bom fazer isso o quanto antes. O intuito é reorganizar os fragmentos deixados no HD. E, embora o nome seja desconhecido por muitos, o processo é bem simples e leva apenas alguns minutos:

  1. Conecte o HD externo ao computador;
  2. No menu do Windows, busque por “Desfragmentar e otimizar unidades”;
  3. Selecione o disco e clique em “Analisar” para ver se ele está fragmentado;
  4. Caso ele apresente mais de 10% de fragmentação, clique em “Otimizar” e aguarde a conclusão.

Não deixe o HD externo perto de ímãs

Geralmente, apenas os ímãs muito poderosos causam efeitos negativos no HD, todavia é melhor não arriscar. O intuito é evitar que o campo magnético gerado pelo ímã influencie no campo magnético gerado pelo disco rígido.

Na dúvida, armazene-o corretamente e evite problemas com os seus arquivos.

Evite conexão permanente com o computador

Para aumentar a vida útil do seu HD externo, evite deixá-lo constantemente conectado ao computador ou outro dispositivo, em momentos que não esteja sendo utilizado. Este procedimento não assegura que não ocorrerão falhas no HD, porém, justamente por ser um dispositivo mecânico, o mesmo está sujeito a desgaste, portanto tomando este cuidado você aumenta a vida útil, diminui o desgaste dos componentes mecânicos e evita falhas eletrônicas que podem ocorrer. Em caso de problemas, você poderá contar com a Bot para realizar a recuperação de arquivos.

Faça backups periódicos

Outro cuidado essencial ao ter um HD externo é realizar, de forma periódica, a recuperação dos dados armazenados, ou seja, o backup dos dados. O backup pode ser feito em outro HD externo, em um computador ou notebook, ou até mesmo na nuvem. Dessa forma, é possível evitar possíveis perdas de dados, protegendo assim as informações.

Conclusão

Um dos principais motivos para manter os cuidados com HD externo são os dados que estão armazenados nele. Afinal, se você os guardou ali, é porque não quer perdê-los. No entanto, vale ressaltar que nenhum dispositivo dura para sempre. Então, é normal que, após longos anos funcionando, ele apresente problemas.

Caso aconteça, a principal solução, nesses casos, é a recuperação profissional de dados. Ou seja, mesmo que o seu HD tenha queimado, caído ou aparentemente perdido todos os arquivos, é possível recuperá-los.

Na Bot Recuperação de Dados, as suas informações nunca estarão perdidas. Somos especialistas em recuperar os dados de HD externo de qualquer marca ou modelo.

Não sabe o que fazer na hora do aperto? Converse com quem entende do assunto! Entre em contato com a BOT e recupere os seus arquivos de forma simples, rápida e segura.