A Bot oferece, além do ORÇAMENTO GRATUITO, o ENVIO GRATUITO do dispositivo por frete expresso de qualquer endereço do Brasil! Solicite AQUI

Talvez você esteja querendo abrir arquivos do seu computador e não consegue, não é? Ou talvez você tenha recebido um aviso do sistema dizendo que o disco está corrompido… Ou você até ouve sons estranhos quando tenta acessar uma pasta…

Tudo isso é sinal de que você tem um HD com problema. Quando isso acontece, todos os arquivos, ou parte deles, ficam inacessíveis. Mas geralmente temos arquivos importantes no HD, que não queremos perder…

Neste artigo, você vai ver como identificar um HD com problema para evitar a perda de dados e como prevenir os defeitos no disco rígido do computador. Acompanhe!

hd com problema

HD com problema: como identificar?

Quando você está doente, seu corpo manda sinais — febre e tosse, por exemplo — de que está com algum problema, não é? O mesmo acontece com o HD, que apresenta alguns sintomas comuns quando algo vai mal.

Estes são alguns sinais que você pode perceber para identificar um HD com problema:

O computador fica lento ou trava frequentemente

Se, enquanto você usa o computador ou tenta acessar arquivos e pastas, ele começa a ficar lento ou travar, pode ser sinal de que o HD está com algum problema. Esse é um dos primeiros sinais que o computador costuma apresentar.

Os arquivos não estão abrindo

Além de ficar lento e travar, o computador também tem dificuldade de abrir os arquivos quando o HD está com problema ou com setores defeituosos. O sistema pode apresentar uma mensagem de erro ao tentar abri-los.

O computador apresenta tela azul

A tela azul do Windows é outro sintoma comum de HD com problema. Se ela aparece quando você liga o computador ou quando ele está em uso, muitas vezes após ficar lento ou travar, é bom ver o que está acontecendo com o HD.

Os dados estão sendo corrompidos

Em alguns casos, quando você tenta acessar arquivos e pastas, o sistema do Windows avisa que os dados do HD estão corrompidos. Isso pode indicar que existem setores defeituosos, devido a algum defeito físico, problema de software ou ataque de malware que está corrompendo os dados.

O computador emite ruídos e sons estranhos

Ruídos e sons estranhos na hora de usar o computador também podem dizer que o HD está com problema. Geralmente isso acontece quando há algum defeito físico, como a quebra ou desalinhamento das peças.

HDs têm um funcionamento mecânico e, basicamente, são formados por uma agulha que faz a leitura e a gravação dos dados em um disco que rotaciona em alta velocidade. Então, um impacto brusco ou uma queda podem danificar as peças internas e prejudicar seu funcionamento.

O Windows não reconhece o HD

HDs com problemas também podem não ser reconhecidos pelo Windows. Você liga o computador ou conecta o HD externo, e o sistema não exibe a unidade de armazenamento no Explorador de Arquivos, nem no Gerenciamento de Disco.

Em alguns casos, isso tem outras causas, como defeitos no cabo ou na entrada USB (no caso de HDs externos) ou ainda na conexão com a placa-mãe. Nesse caso, vale a pena testar o HD em outro computador. Mas, muitas vezes, é um sintoma de problema no disco rígido.

Ferramenta de diagnóstico informa um problema

Você também pode usar ferramentas de diagnóstico para identificar um HD com problema. CrystalDiskInfo e Hard Disk Sentinel são alguns desses softwares, que verificam a integridade do HD e alertam sobre erros encontrados.

Você também pode usar ferramentas de recuperação de dados, como EaseUS e Recoverit, que vasculham o disco em busca de erros e podem reparar alguns problemas. Mas tenha cuidado ao executar essas operações para não colocar seus dados em risco.

Qual é a vida útil de um HD?

A vida útil de um HD dura em torno de 5 a 10 anos. Mas esse tempo pode variar bastante, dependendo da marca e qualidade do produto e das condições de uso e manutenção do equipamento pelo usuário.

Um estudo da Backblaze mostrou que 80% dos HDs que eles usavam chegaram aos 4 anos de funcionamento, sendo que provavelmente pelo menos 50% chegariam aos 6 anos.

vida útil de um HD
Os sintomas de um HD com problema, que apresentamos antes, podem se tornar mais comuns quando o disco está perto dos seus últimos dias.

Por isso, quando o HD já tiver uma idade avançada, não deixe de manter um backup atualizado dos arquivos, em outro dispositivo ou na nuvem. Dessa forma, se o disco tiver problemas, você garante a segurança dos dados.

O que acontece quando o HD para de funcionar?

Digamos que você percebeu algum dos sintomas acima, fez um diagnóstico e chegou à conclusão: o HD está com problema.

Quando isso acontece, você perde o acesso aos arquivos que estavam lá armazenados. Mas isso não quer dizer que os dados estão definitivamente perdidos, sabia? Em mais de 95% dos casos a Bot consegue recuperar dados em HDs com problemas.

Por isso, quando você perceber que há algum problema, é importante parar de usar o disco rígido e procurar uma solução, e assim ter mais chances de recuperar os dados.

Tem como recuperar um HD com defeito?

É possível recuperar um HD com defeito, sim. Mas é importante fazer um diagnóstico correto das causas do problema para encontrar a solução certa. Você pode ter um erro de software, um ataque de vírus, um problema eletrônico ou um dano físico.

Muitas vezes, é possível corrigir o problema de um HD com defeito e recuperar o acesso aos arquivos através de ferramentas do próprio Windows ou softwares de recuperação de dados.

No Windows, você pode rodar a Verificação de Erros (nas propriedades da unidade de disco) ou usar o comando ChkDsk (no Prompt de Comando). As ferramentas de recuperação de dados são outra opção: elas fazem uma varredura no disco em busca de defeitos para corrigi-los e recuperar os arquivos.

Nesse caso, é importante tomar cuidado com os procedimentos para não executar ações indevidas, que inviabilizam a recuperação dos dados. Para não correr riscos, o ideal é contar com uma empresa especializada como a Bot, com profissionais, equipamentos e ambientes qualificados para recuperar dados e dispositivos com segurança.

Além disso, quando o HD tem um problema físico, é preciso fazer uma intervenção no dispositivo para permitir a leitura. Mas não faça isso em casa, pois são grandes as chances de errar na manipulação ou contaminar os pratos internos. Para isso, é essencial contar com uma empresa que entenda do assunto.

HD com problema: como evitar?

HDs são dispositivos bastante seguros e robustos, mas estão sujeitos a falhas, especialmente quando estão próximos do seu tempo de vida útil ou quando não há cuidados no seu uso.

Como o funcionamento do HD é mecânico, uma queda ou impacto brusco já pode danificar as peças. Além disso, esse dispositivo tem componentes eletrônicos, que também podem ser danificados com umidade, sujeira ou altas temperaturas.

Então, para garantir maior durabilidade, é importante adotar algumas medidas de prevenção, como:

  • Utilizar o computador ou notebook sobre uma base fixa e estável, para evitar quedas;
  • Transportar o notebook apenas quando estiver desligado;
  • Não expor o HD a altas temperaturas, que podem levar ao superaquecimento, ou à umidade excessiva, que pode enferrujar peças e queimar componentes eletrônicos;
  • Manter o computador, notebook ou HD externos limpos, sem sujeiras que podem prejudicar a refrigeração do dispositivo e queimar circuitos eletrônicos;
  • Utilizar um programa antivírus atualizado para proteger o HD contra-ataques e, no caso de HDs externos, conectar apenas a computadores confiáveis;
  • Ligar e desligar o computador pela função do Windows e, no caso de HDs externos, ejetar o dispositivo antes de desconectá-lo, para não corromper arquivos;

Além dessas dicas, vale ressaltar: não abra o seu HD em casa para tentar resolver o problema. Sem um ambiente controlado, é inevitável que partículas entrem no dispositivo e afetem o seu funcionamento, muitas vezes de forma irreversível.

Quanto custa o conserto de um HD?

O conserto de um HD depende de um trabalho profissional. Você precisa contar com uma empresa especializada para garantir mais segurança e sucesso na recuperação dos dados e do dispositivo.

Para definir um preço, a empresa deve fazer um diagnóstico preciso, a partir da avaliação destes pontos:

  • A estrutura eletrônica e mecânica do disco rígido;
  • Os danos causados à sua estrutura;
  • As possibilidades de recuperação dos dados;
  • Os detalhes da execução do serviço.

Os valores podem variar bastante conforme a situação do HD, mas é possível dizer que são a partir de R$ 700. Verifique também se a empresa realiza um orçamento gratuito e se há custos de envio do HD para avaliação e conserto.

Como a Bot pode te ajudar a recuperar seu HD com problema

A Bot é líder em recuperação de dados no Brasil. Temos mais de 10 anos de atuação no mercado e atendemos pessoas e empresas em todo o país, com laboratórios em dezenas de cidades, além de centros de atendimento em Portugal.

Nossa empresa conta com profissionais experientes e uma estrutura especializada, com equipamentos certificados internacionalmente e ambientes higienizados e controlados. Conseguimos alcançar taxas de sucesso que os softwares de recuperação de dados não conseguem — e fazemos isso com toda segurança, sem colocar seus arquivos em risco.

Portanto, a Bot pode te ajudar a recuperar seu HD com problema. Realizamos orçamentos gratuitos, e você pode enviar seu dispositivo para avaliação e conserto sem custos, de qualquer lugar do Brasil. Preencha o formulário e inicie a recuperação do seu HD conosco!