A Bot oferece, além do ORÇAMENTO GRATUITO, o ENVIO GRATUITO do dispositivo por frete expresso de qualquer endereço do Brasil! Solicite AQUI

Quando o pen drive foi criado, facilitou muito a nossa vida, não é? Quem viveu a era dos disquetes sabe como eles eram limitados! Com os pen drives, cada vez menores e com mais capacidade, ficou muito mais simples e seguro armazenar e transportar arquivos.

Porém, infelizmente ainda é comum ter um pen drive corrompido. Esses dispositivos de armazenamento, embora muito mais potentes que os disquetes, são frágeis e vulneráveis a quedas, problemas eletrônicos ou ataques de vírus. E o que acontece com os dados que estavam lá armazenados? Tudo pode ser perdido…

Bom, sabemos que você não quer perder nenhum arquivo, não é? Por isso, vamos falar neste artigo sobre o que fazer com um pen drive corrompido e como recuperar os arquivos. Acompanhe para saber tudo!

pen drive corrompido

 

Como verificar se um pen drive está corrompido?

Um pen drive corrompido costuma apresentar alguns sintomas comuns. Veja se isto já aconteceu com você:

  • Você insere o pen drive na entrada USB, mas o computador ou notebook não reconhece o dispositivo;
  • Você tenta acessar uma pasta ou um arquivo do pen drive, mas o computador fica com o status de ocupado e não consegue abrir;
  • Você abre um arquivo do pen drive para editar, mas o programa trava enquanto você está com ele aberto.

Se essas situações já aconteceram com você, o seu pen drive está com problemas… Mas o que pode ter causado isso? Afinal, por que o pen drive fica corrompido? Bom, existem diversos motivos para corromper um pen drive.

Primeiramente, pense na estrutura física do pen drive. O dispositivo é pequeno e leve. Apesar de ter uma carcaça de proteção, dá para dizer que também é frágil. Então, uma queda no chão ou algum impacto forte já pode danificar as peças e corromper os arquivos.

O pen drive também pode sofrer falhas eletrônicas. O dispositivo utiliza a tecnologia de memória flash, que realiza a troca de dados por meio de uma placa eletrônica — diferentemente dos antigos disquetes, que usavam uma memória magnética.

Então, você pode acabar queimando o circuito eletrônico em algumas situações. Uma das mais comuns é a retirada abrupta da porta USB. Os sistemas operacionais recomendam ejetar o dispositivo pelo sistema antes de removê-lo da porta, porque a falta desse cuidado pode corromper o pen drive.

Além disso, quando o pen drive é exposto à água, à umidade ou ao calor, os componentes eletrônicos também podem ser danificados.

Os pen drives suportam baixas e altas temperaturas, mas quando esquentam acima do limite, os componentes podem queimar. Isso pode acontecer na exposição ao sol, mas também com uma demanda excessiva, como a transferência de arquivos muito pesados ou a edição de imagens diretamente do pen drive.

Outro problema comum é a infecção por malwares. Como o pen drive permite transportar arquivos com facilidade, é comum conectá-lo em vários locais — na faculdade, no trabalho, na lan house etc. Só que, assim, o dispositivo fica mais vulnerável a vírus.

Por isso, é importante manter o antivírus do computador sempre ativo e conectar o pen drive apenas em equipamentos confiáveis.

Como recuperar pen drive corrompido?

Então, se você está com um pen drive corrompido, o que fazer? Você pode tentar algumas soluções para recuperar o dispositivo e o acesso aos arquivos que estão lá armazenados.

Vamos dar algumas dicas, mas tenha cuidado ao fazer qualquer procedimento. O ideal é contar com ajuda especializada, para não correr riscos de inviabilizar completamente a recuperação.

Veja agora algumas opções para recuperar um pen drive corrompido:

Com a Verificação de Erros

A ferramenta de Verificação de Erros do Windows pode identificar e corrigir falhas no pen drive que estejam impedindo o acesso aos arquivos. Para acessá-la, conecte o pen drive ao computador e siga os passos:

  1. Abra o Explorador de Arquivos do Windows e clique em Este Computador;
  2. Em Dispositivos e Unidades, identifique a Unidade de USB em que o pen drive está conectado;
  3. Clique com o botão direito e abra as Propriedades;
  4. Clique na aba Ferramentas > Verificação de Erros;
  5. Clique em Verificar > Verificar e reparar a unidade.

Pronto: agora o Windows vai fazer uma varredura na unidade e, se encontrar áreas corrompidas, vai corrigi-las.

Porém, esse processo nem sempre funciona, ok? Por isso, você pode tentar ainda outras opções de recuperação do pen drive corrompido.

Com as Ferramentas Administrativas

No Windows, você também pode tentar corrigir problemas do pen drive com as ferramentas administrativas. Veja como fazer isso:

  1. Clique com o botão direito no Menu Iniciar e acesse o Gerenciamento do Computador;
  2. Clique em Gerenciamento de Disco e encontre a Unidade USB do pen drive;
  3. Clique com o botão direito e clique em “Alterar letra de unidade e caminho”;
  4. Na nova janela, clique em Adicionar e atribua uma nova letra para a unidade.

Com esses passos, o Windows pode reconhecer novamente o seu pen drive. Porém, esse procedimento não resolve problemas de placa queimada, que exigem uma intervenção física no equipamento.

Com o ChkDsk

ChkDsk é uma ferramenta do Windows para realizar diagnósticos e corrigir problemas em setores defeituosos. É como a Verificação de Erros, mas capaz de realizar correções mais profundas. Para usá-lo, faça o seguinte:

  1. Abra o Prompt de Comando do Windows (digite “cmd” na barra de busca ou aperte as teclas “Win + R” e digite “cmd”);
  2. Na tela preta, digite “chkdsk /r/f LetraDaUnidadeDoPendrive:” e tecle Enter. Use sem as aspas e substitua pela letra da unidade USB que você usa (por exemplo: chkdsk /r /f d:).

Esse comando vai verificar e corrigir o sistema de arquivos da unidade. Se o Windows exibir a mensagem que fez as correções, significa que o pen drive foi recuperado.

Mas tenha atenção ao executar esses comandos, ok? Um procedimento equivocado pode gerar problemas irrecuperáveis.

Reinstalando Drivers

Outra opção é reinstalar os drivers que executam o seu pen drive. Pode ser que eles estejam corrompidos e, por isso, não conseguem detectar a mídia de armazenamento. Siga estas etapas:

  1. Clique com o botão direito no Menu Iniciar e acesse o Gerenciador de Dispositivos;
  2. Em Unidades de disco, clique com o botão direito na Unidade USB do seu pen drive;
  3. Clique em Desinstalar e OK.
  4. Desconecte o pen drive e reinicie o computador.

Depois, você pode conectar novamente o pen drive na porta USB que o computador provavelmente vai reconhecê-lo.

Formatando

Muitas vezes, quando o pen drive está corrompido, o Windows exibe uma notificação recomendando a formatação da unidade. Você pode recorrer a essa solução também, mas saiba que formatar o pen drive significa perder todos os dados que estão lá guardados.

Para fazer isso, basta clicar com o botão direito na unidade USB do pen drive e selecionar Formatar.

A formatação tem a intenção de “limpar” o dispositivo, inclusive os erros e problemas no armazenamento, para que você possa reutilizá-lo. Mas essa limpeza leva também os arquivos. Então, esteja ciente do que você vai fazer, ok?

O ideal é salvar os arquivos em outro local antes de executar a formatação. Mas, se você não consegue acessá-los, fica difícil, não é? Logo mais vamos mostrar como recuperar os arquivos perdidos no pen drive.

Como recuperar arquivos corrompidos do pen drive?

Se você tentou os procedimentos acima e ainda não conseguiu resolver, é preciso buscar outras soluções para recuperar os arquivos. Se você optar pela formatação, também é importante salvar os arquivos antes.

Para isso, você pode usar recuperadores de arquivos, chamados de softwares de data recovery ou de recuperação de dados. Ferramentas como o EaseUS Data Recovery e o Recoverit são bons exemplos.

Eles podem ser usados quando o Windows ainda reconhece o pen drive, mas não consegue acessar os arquivos. Então, essas ferramentas tentam recuperar os dados e corrigir problemas e setores defeituosos. Depois de salvar os arquivos com segurança em outro local, você pode formatar o dispositivo.

As ferramentas de recuperação de dados procuram remontar o índice do dispositivo para dar acesso novamente aos arquivos. Porém, esse processo é bastante complexo, pode levar tempo e nem sempre consegue recuperar tudo. Por isso, tenha paciência e cuidado.

Para ter mais segurança na recuperação dos arquivos corrompidos, recomendamos procurar uma empresa especializada.

A recuperação de dados é um trabalho complexo, que lida com dados importantes que não podem ser perdidos. No caso dos pen drives, muitas vezes é necessário abrir o dispositivo e fazer alguns procedimentos diretamente na placa eletrônica.

Mas somente profissionais qualificados e capacitados, em ambientes limpos e controlados, podem fazer isso com segurança. E, quando a recuperação de dados é feita de maneira profissional, as chances de sucesso chegam perto dos 100%. Assim, você pode ter de volta os seus arquivos e o pen drive, pronto para ser utilizado novamente!

Como a Bot pode te ajudar

A Bot é líder em recuperação de dados no Brasil. Com mais de 11 anos de experiência no mercado, podemos ajudar você a recuperar arquivos no seu pen drive corrompido.

Temos profissionais experientes e qualificados, que já lidaram com as mais diversas situações de perda de dados. Trabalhamos em laboratórios com higienização completa, conforme rígidos padrões, e utilizamos equipamentos de ponta para executar os procedimentos.

Portanto, você conta com uma empresa especializada, com total segurança para os seus arquivos e as maiores chances de recuperação.

Você pode nos procurar em uma das dezenas de unidades da Bot, localizadas em diversas cidades do Brasil e de Portugal, ou enviar seu dispositivo de forma gratuita para fazermos uma avaliação.

Agora, preencha esse formulário e inicie a recuperação de dados do seu pen drive!